Quem Somos

                      Atualmente a Associação de Desenvolvimento Comunitário dos Empregados Ceramistas da Foz do Rio Tijucas - ADEC é a maior e mais completa associação do Vale do Rio Tijucas, com um parque de 300 mil m² que atende toda a comunidade de Tijucas.             Nós mantemos um ambiente com grande área verde cuidadosamente conservada.  Temos espaços disponíveis para o esporte, para cuidar da saúde, para eventos e para o lazer. Ainda apoiamos iniciativas sociais, como o Projeto Crescer e disponibilizamos aos associados e seus familiares, uma estrutura completa para usufruir, onde é possível encontrar amigos para dias de entretenimento, assar churrasco, desfrutar da piscina e fazer atividades físicas.     HISTÓRIA        No dia 22 de julho de 1982, três anos após a instalação da Portobello em Tijucas, nascia a ADEC. Fundada por um grupo de entusiastas, a ADEC é uma Associação civil de promoção comunitária sem fins lucrativos, criada com a finalidade de promover atividades culturais, esportivas, cívicas, de recreação e lazer em geral.       Sócios fundadores: Airton dos Anjos Neri Francisco de Campos João Marini Marco Aurelio Sedrez Assis Francisco dos Anjos José Silva Lohmeyer Ivan Bayer Santos Valmor Guilherme Furtado Ricardo Battisti Archer Flavio Henrique Tomazzi Rut Pereira Battisti Archer Ubirajara Gonçalves Waldir João Telles Djalma Silva Bittencourt Maria Silvia da Silva Longen Osni Franz Sônia Santiago Flor Paulo Rogério Borges da Costa Maria Amelia da Silva Camargo Cássio Aurelio Tomaz Pedro Estevão de Souza Paulo Roberto Ramos Antonio Mario Voltolini Paulo Roberto Andriani José Carlos da Costa Rita Alvim Carlos Piazza Antonio Correia de Silva Filho Ricardo Soares da Cunha Renato José Calil João Vianei Sartori João José Cortes Galletti Peixoto      

Fique por dentro das novidade!

Faça seu cadastro e receba as novidades!

Estrutura

           Possuímos uma estrutura completa composta por: um Ginásio de Esportes Coberto, contendo uma quadra poliesportiva um palco para apresentações; piscina Semiolímpica; piscina Infantil; parque infantil; dois campos de futebol Suíço; quadra de vôlei de areia; pista de atletismo; campo de futebol; secretaria; salão de festas; cancha de bocha; áreas com churrasqueiras e lanchonete, sempre visando melhor atender nossos associados, assim como a comunidade de Tijucas.      

Você ainda não é associado?

Aproveite esta oportunidade para se tornar um!

Novidades

Palestra - Campanha Janeiro Branco: Cuidado com a Saúde Mental

Nesta quarta-feira (22), realizamos a nossa palestra com a psicóloga Sara Rosa, que abordou a campanha “Janeiro Branco – cuidado com a saúde mental”. A palestrante e psicóloga conversou com os participantes sobre as duas das principais doenças mentais/emocionais da atualidade: a depressão e o transtorno de ansiedade. No decorrer da palestra foram apresentados sintomas e características das doenças, a importância do tratamento com o psicólogo ou psiquiatra e sobre o respeito com quem convive com as pessoas que tem essas doenças. Sara abordou de uma maneira diferente e dinâmica e explicou com clareza o mal que as doenças emocionais mal diagnósticadas e mal tratadas podem nos causar, quebrando o tabu que doenças como a depressão são frescura, ou não são importantes como qualquer outra doença. Vale lembrar que quem sofre com qualquer uma dessas doenças deve sim procurar um profissional e um tratamento. A família deve sempre lembrar do respeito ao próximo e apoiar aqueles que amam e que mais do que nunca, precisam de ajuda nessas horas. Ao final da palestra ainda foi ensinado aos participantes uma técnica de relaxamento. A palestrante ensinou a respiração correta e uma breve meditação para controle da ansiedade em qualquer lugar, e ainda deu dicas de como realizar a meditação em locais de trabalho, onde normalmente ocorrem muitos stress, devido a pressão. Agradecemos a todos os envolvidos neste evento tão importante. E que a campanha do janeiro Branco se estenda aos próximos meses do ano, afinal, quem cuida da mente cuida da vida! (A esquerda administrador da ADEC Carlos Silva, a psicóloga Sara Rosa e a direita a estagiária e organizadora do evento Maria Vitória Baltazar)
22 de Janeiro de 2020
Ler Mais

Campanha - Janeiro Branco

    O primeiro mês do ano nos reserva uma campanha importantíssima nos tempos atuais, a campanha JANEIRO BRANCO. Trata-se de uma campanha que tem como principal objetivo discutir um tema muito presente em nossas vidas: saúde mental. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo, a doença é um dos principais tópicos da campanha, assim como o transtorno de ansiedade.     Com isso a campanha tem a finalidade de chamar a atenção para os temas de saúde mental e emocional. Transformar o mês de janeiro num marco - assim como a campanha outubro rosa - convidando todas as pessoas, instituições sociais para refletir, conhecer, planejar e efetivar ações em prol do cuidado com a saúde mental. Além disso a campanha deseja contribuir para a construção e a disseminação da “cultura de Saúde Mental” que favoreça e garanta a elaboração de políticas públicas em benefício da Saúde Mental dos indivíduos. Além de convocar as pessoas a refletirem sobre suas vidas, relacionamentos e incentivar o cuidado com a saúde mental e emocional. A campanha é relativamente nova, foi idealizado pela pelo psicólogo Leonardo Abrahão e começou em 2014, porém vem ganhando cada vez mais força.   Vamos conhecer duas das principais doenças psicológicas atuais: o transtorno de ansiedade e a depressão: DEPRESSÃO    A Depressão, que é uma alteração do funcionamento cerebral, se apresenta na vida do doente ocasionando mudanças nos pensamentos, que se focam no negativo, alterando o comportamento para a inibição. As emoções tendem à tristeza e ao desânimo. Sintomas da Depressão Ela não apresenta apenas sintomas emocionais, possuí também sintomas físicos e cognitivos: Sintomas emocionais: Tristeza ou humor depressivo, autodesvalorização e sentimento de culpa; baixa autoestima. Sintomas fisiológicos: queixas digestivas, dor no peito, taquicardia. Sintomas Comportamentais:  perda do apetite, falta de energia; perda de interesse ou prazer em atividades antes apreciadas; Sintomas cognitivos: cansaço excessivo, lenhificação do pensamento, falta de concentração, queixas de falta de memória   Diagnóstico e Tratamento    O diagnóstico da depressão é clínico, após analisar os sintomas descritos pelo paciente, os fatores genéticos e acontecimentos da vida do paciente, o médico dá o diagnóstico da doença e a gravidade.    O tratamento da depressão pode ser diferente para cada caso, os casos mais leves, costumam ter um resultado positivo apenas com tratamento psiquiátrico. Em alguns casos mais graves os médicos psiquiatras indicam além do tratamento psiquiátrico, remédios antidepressivos.    Há evidências de que a atividade física associada aos tratamentos farmacológicos e psicoterápicos representa um recurso importante para reverter o quadro de depressão (Maria Helena Varella). TRANSTORNO DE ANSIEDADE     A ansiedade é uma reação natural de todo o ser humano quando está diante de algumas situações do dia a dia, como falar em público, chegadas de datas importantes, véspera de provas ou avaliações, entrevistas para vagas de emprego, etc. Por conta disso muitas pessoas confundem essa reação natural com o transtorno de ansiedade. Acontece que, determinadas pessoas vivenciam esta reação de forma mais intensa e com mais frequência, comprometendo sua saúde mental e emocional. De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-IV), o transtorno de ansiedade é um distúrbio caracterizado pela preocupação excessiva ou expectativa apreensiva. Sintomas Alguns dos sintomas que você deve estar atento: Preocupação Excessiva: o indivíduo que sobre de ansiedade se preocupa com tudo, até com os mínimos detalhes do seu dia a dia. Isso acaba gerando um desgaste mental, físico e emocional, resultando em exaustão. Insônia: Porém, apesar de estar cansada, a pessoa apresenta dificuldade para dormir. O corpo não consegue desligar a mente, se a pessoa consegue dormir, ainda acaba tendo um sono mais agitado ou acordando por diversas vezes. Dores Musculares: Quanto maior o sentimento de preocupação, medo ou stress, maior a possibilidade de transferir tensões para os músculos, o que geram muitas dores musculares. Costas, ombros e pescoço são as regiões do corpo que mais são afetadas pela tensão muscular. Crises nervosas: nervosismos, irritabilidade, fala acelerada, coração acelerado e falta de ar são sintomas que podem ocorrer em momentos de maior pressão ou estresse. Problemas Digestivos: Muitas pessoas com transtorno de ansiedade também sofrem com problemas digestivos, como dores no estomago, ânsias de vomito, inchaços, azia e má digestão. Diagnóstico e Tratamento     O diagnóstico do transtorne de ansiedade, assim como o da depressão, é clínico, leva em conta a história de vida do paciente, uma análise criteriosa dos sintomas, podendo também ser solicitados exames complementares. A análise dos sintomas deve obter bastante atenção, por haverem distúrbios relacionados a ansiedade, como TOC, fobias ou até síndrome do pânico, que exigem tratamentos específicos.     O tratamento da ansiedade é realizado através de terapia, como a depressão, em casos mais graves o médico pode indicar o uso de medicamentos antidepressivos ou ansiolíticos. Outro fator essencial para a efetividade do tratamento é a mudança no estilo de vida prática de atividades físicas, mudanças na alimentação, boas noites de sono e momento reservados para atividades de lazer. A ADEC oferecerá uma palestra com a Psicóloga Sara Rosa, no dia 22 de Janeiro ao meio dia, no salão de festas da ADEC.
17 de Janeiro de 2020
Ler Mais

Câncer de Pele - O vilão do verão

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de pele é o de maior incidência no Brasil e o mais comum entre os seres humanos. A taxa é alarmante, mas estima-se que 1 entre cada 4 casos câncer de diagnosticados se origine da pele ou nas mucosas. É um tumor que atinge a pele, principalmente pela exposição excessiva ao sol. Tipos de câncer de pele: Câncer de pele melanoma: que tem origem nas células produtoras de melanina (substância que determina a cor da pele), sendo mais frequente em adultos brancos; é considerado o tipo mais grave, devido à sua alta possibilidade de provocar metástase (disseminação do câncer para outros órgãos).  Câncer de pele não melanoma: Nesse caso, apresenta tumores de diferentes tipos. Os mais frequentes são o carcinoma basocelular (o mais comum e também o menos agressivo) e o carcinoma epidermoide.   Causas A associação do melanoma com o sol é bem conhecida, principalmente com os episódios de exposição intensa, mas este tipo de câncer também tem forte influência genética. Pessoas ruivas, com peles mais claras, diversas pintas pelo corpo, que tenham tido muitas queimaduras de sol na infância, tem maiores chances de reter o câncer de pele. Realização de procedimentos estéticos como bronzeamento artificial ou pessoas que possuem familiares com histórico desta doença, também estão pré dispostas a desenvolver o câncer de pele. Sintomas O câncer da pele pode se assemelhar a pintas, eczemas ou outras lesões benignas. Assim, conhecer bem a pele e saber em quais regiões existem pintas, faz toda a diferença na hora de detectar qualquer irregularidade. Somente um exame clínico feito por um médico especializado ou uma biópsia podem diagnosticar o câncer da pele, mas é importante estar sempre atento aos sintomas: Lesão na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente; Uma pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho; Uma mancha ou ferida que não cicatriza; Ocorre principalmente nas áreas do corpo que são mais expostas ao sol, como rosto, pescoço e orelhas. Se não tratado adequadamente, pode destruir essas estruturas. Diagnóstico Várias sociedades de especialistas como a Sociedade Brasileira de Dermatologia defendem a regra do ABCDE, um guia para a identificação de sinais sugestivos do melanoma. Assimetria: uma metade do sinal é diferente da outra. Bordas irregulares: contorno/borda mal definidos. Cor variável: presença de várias cores em uma mesma lesão (preta, castanha, branca, avermelhada ou azul). Diâmetro: maior que 6 milímetros. Evolução: Quando a pinta está crescendo ou se modificando. Para um diagnóstico comprovado, consulte o médico sob qualquer suspeita quanto a doença e realize o exame de "Dermatoscopia", para a confirmação do resultado o médico pode solicitar uma biópsia. Tratamento O tratamento para o câncer de pele deve ser indicado pelo oncologista ou dermatologista, quanto mais rápido for iniciado maior a chance de cura. Dependendo das características da lesão, do tipo de câncer, do tamanho e do estado geral da pessoa podem ser recomendados O tratamento para o câncer de pele não melanoma é basicamente cirúrgico. Para o tipo de câncer de pele melanoma, o médico vai definir o tratamento, dependendo do quão avançado ele estiver. Se ele é bastante inicial e está localizado, o tratamento consistirá na remoção cirúrgica do tumor, com margens livres.  Prevenção São recomendados alguns hábitos que contribuem para a prevenção do câncer de pele, tais como: Evitar o sol entre 10h e 16h; Não realizar bronzeamento artificial; Utilizar protetor solar diariamente; Reaplicar o protetor a cada 2 horas, quando estiver em locais de praias ou com piscinas; Utilizar chapéu, bonés, roupas compridas (com proteção UV) ou de trama fechada; Manter a pele sempre hidratada.     Referencias: Ministério da Saúde; Sociedade Brasileira de Dermatologia; Centro de Oncologia.
27 de Dezembro de 2019
Ler Mais

Encerramento Programa Crescer

Estamos encerrando mais um ano de Programa Crescer; mais um ano que se finda e com ele, muitas lembranças, muitas histórias para contar e aprendizados para se levar. Terminamos este ciclo com o sentimento de dever cumprido. Conseguimos passar muitos ensinamentos, conselhos e experiências para vocês com nossa dedicação e carinho. Ao longo do ano fomos conhecendo melhor cada um de vocês, nossa relação foi alimentada diariamente e o sentimento de carinho cresceu cada dia mais. Apesar de ser um momento triste de despedidas, os sentimentos de felicidade e orgulho são muito maiores, é muito gratificante vê-los crescendo e amadurecendo ao longo desse período. Custamos a dizer adeus, sobretudo porque existe uma empatia tão grande e um apego por esses alunos. Que agora vocês aproveitem o descanso, afinal, vocês se dedicaram muito e merecem uma folga. Espero que possamos nos ver ano que vem; para aqueles que já não voltam, desejamos muita luz, sabedoria e alegria. Vamos levar todos no coração e desejamos que alcancem o maior sucesso e que consigam concretizar todos os sonhos nessa próxima etapa de suas vidas. Agradecemos a todos os envolvidos nesse projeto maravilhoso, e agradecemos também aos pais dos alunos, que nos confiaram os seus filhos, para cuidar, zelar, ensinar, e por que não dizer: aprender. Os alunos Marcos Belleti e João Vitor Rocha, que deixam o program esse ano, deram seu depoimento sobre o programa e o que vão levar de aprendizado para a vida: "Foi onde eu obtive várias experiencias,  aprendi muito e de maneira produtiva, além de desenvolver minha capacidade de trabalhar em equipe. De aprendizado eu vou levar muita sabedoria que adquiri durante esses anos que participei, muito amor - que é o que eles ensinam - e o carinho pelo projeto." Marcos Belleti. "Foi muito bom ter a oportunidade de crescer participando do programa, pude fazer diversos amigos e me ensinaram muitas lições, como empatia e respeitar o próximo. Vou levar do programa muito amor, as lembranças alegres que construí e as amizades, que me ajudaram a transformar na pessoa que sou hoje" João Vitor Rocha. Confira as fotos da confraternização de encerramento das aulas:       (Texto - Maria Vitória Baltazar).  
12 de Dezembro de 2019
Ler Mais

Benefícios da Natação Infantil

Numa época rodeada de tecnologias, jogos, filmes e vídeos, fica cada dia mais desafiador introduzir e despertar o interesse das crianças em atividades esportivas. Porém um dos esportes que sempre conquistam as crianças é a natação infantil. Especialistas ainda sugerem que ensinar alguém a nadar na infância é muito mais eficiente.   Pode se dizer que a natação infantil é uma modalidade perfeita para as crianças, já que além de ser atrativa por utilizar a piscina, ensina uma habilidade extra, promove segurança e é um dos esportes mais completos por utilizar quase todos os músculos do corpo. Vamos listar alguns benefícios para você correr para matricular seus filhos nas aulas de natação! Melhoria no sistema respiratório: As crianças aprendem a realizar a respiração de forma correta, os movimentos realizados na piscina precisam estar alinhados com a respiração. Além disso os movimentos braçais da natação possibilitam a movimento na caixa torácica, isso fortalece a musculatura do abdômen e favorece uma respiração profunda. Reforço do sistema imunológico: A pratica de atividades físicas de um modo geral já potencializa mecanismos de defesa do corpo, diminuindo o risco de se contrair doenças. Desenvolvimento da Coordenação Motora: Contribui para o desenvolvimento de habilidades como: flexibilidade, resistência e força. Além disso, a vantagem da natação é que o movimento realizado no meio aquático não possui grande impacto, o que apresenta um risco muito pequeno das crianças se machucarem. Outra vantagem seria o fato de na piscina as crianças conseguirem realizar movimentos tridimensionais. Diminui o Estresse: As aulas de natação infantil são dinâmicas e divertidas. Apenas pelo simples fato dos exercícios serem realizados na piscina as crianças já ficam mais entusiasmadas e menos estressadas. Ela também coloca menos estresse nas articulações durante o exercício, por ser realizado na água. Combate a Obesidade Infantil: Praticar atividades físicas é importante tanto na fase adulta, quanto na infância. E a natação é um dos esportes com alto consumo calórico e proporciona exercícios que utilizam quase todos os músculos do corpo, por isso é muito recomendado para o combate a obesidade.  
11 de Dezembro de 2019
Ler Mais

Contato

Informações para contato

Endereço
Rua José Manoel Reis, 25, Tijucas - SC
Telefone
(48) 3263 0864
E-mail
bete@adec.com.br

Preencha o formulário abaixo

Contato

Rua José Manoel Reis, 25, Tijucas - SC
(48) 3263 0864
bete@adec.com.br
De Segunda a Sexta das 08:00h às 11h45 e da 13h00 às 17:00h
Sábados, Domingos e Feriados fechado

Últimas Novidades

Palestra - Campanha Janeiro Branco: Cuidado com a Saúde Mental

Nesta quarta-feira (22), realizamos a nossa palestra com a psicóloga Sara Rosa, que abordou a campanha “Janeiro Branco – cuidado com a saúde mental”. A palestrante e psicóloga conversou com os participantes sobre as duas das principais doenças mentais/emocionais da atualidade: a depressão e o transtorno de ansiedade. No decorrer da palestra foram apresentados sintomas e características das doenças, a importância do tratamento com o psicólogo ou psiquiatra e sobre o respeito com quem convive com as pessoas que tem essas doenças. Sara abordou de uma maneira diferente e dinâmica e explicou com clareza o mal que as doenças emocionais mal diagnósticadas e mal tratadas podem nos causar, quebrando o tabu que doenças como a depressão são frescura, ou não são importantes como qualquer outra doença. Vale lembrar que quem sofre com qualquer uma dessas doenças deve sim procurar um profissional e um tratamento. A família deve sempre lembrar do respeito ao próximo e apoiar aqueles que amam e que mais do que nunca, precisam de ajuda nessas horas. Ao final da palestra ainda foi ensinado aos participantes uma técnica de relaxamento. A palestrante ensinou a respiração correta e uma breve meditação para controle da ansiedade em qualquer lugar, e ainda deu dicas de como realizar a meditação em locais de trabalho, onde normalmente ocorrem muitos stress, devido a pressão. Agradecemos a todos os envolvidos neste evento tão importante. E que a campanha do janeiro Branco se estenda aos próximos meses do ano, afinal, quem cuida da mente cuida da vida! (A esquerda administrador da ADEC Carlos Silva, a psicóloga Sara Rosa e a direita a estagiária e organizadora do evento Maria Vitória Baltazar)
22/01/2020

Campanha - Janeiro Branco

    O primeiro mês do ano nos reserva uma campanha importantíssima nos tempos atuais, a campanha JANEIRO BRANCO. Trata-se de uma campanha que tem como principal objetivo discutir um tema muito presente em nossas vidas: saúde mental. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo, a doença é um dos principais tópicos da campanha, assim como o transtorno de ansiedade.     Com isso a campanha tem a finalidade de chamar a atenção para os temas de saúde mental e emocional. Transformar o mês de janeiro num marco - assim como a campanha outubro rosa - convidando todas as pessoas, instituições sociais para refletir, conhecer, planejar e efetivar ações em prol do cuidado com a saúde mental. Além disso a campanha deseja contribuir para a construção e a disseminação da “cultura de Saúde Mental” que favoreça e garanta a elaboração de políticas públicas em benefício da Saúde Mental dos indivíduos. Além de convocar as pessoas a refletirem sobre suas vidas, relacionamentos e incentivar o cuidado com a saúde mental e emocional. A campanha é relativamente nova, foi idealizado pela pelo psicólogo Leonardo Abrahão e começou em 2014, porém vem ganhando cada vez mais força.   Vamos conhecer duas das principais doenças psicológicas atuais: o transtorno de ansiedade e a depressão: DEPRESSÃO    A Depressão, que é uma alteração do funcionamento cerebral, se apresenta na vida do doente ocasionando mudanças nos pensamentos, que se focam no negativo, alterando o comportamento para a inibição. As emoções tendem à tristeza e ao desânimo. Sintomas da Depressão Ela não apresenta apenas sintomas emocionais, possuí também sintomas físicos e cognitivos: Sintomas emocionais: Tristeza ou humor depressivo, autodesvalorização e sentimento de culpa; baixa autoestima. Sintomas fisiológicos: queixas digestivas, dor no peito, taquicardia. Sintomas Comportamentais:  perda do apetite, falta de energia; perda de interesse ou prazer em atividades antes apreciadas; Sintomas cognitivos: cansaço excessivo, lenhificação do pensamento, falta de concentração, queixas de falta de memória   Diagnóstico e Tratamento    O diagnóstico da depressão é clínico, após analisar os sintomas descritos pelo paciente, os fatores genéticos e acontecimentos da vida do paciente, o médico dá o diagnóstico da doença e a gravidade.    O tratamento da depressão pode ser diferente para cada caso, os casos mais leves, costumam ter um resultado positivo apenas com tratamento psiquiátrico. Em alguns casos mais graves os médicos psiquiatras indicam além do tratamento psiquiátrico, remédios antidepressivos.    Há evidências de que a atividade física associada aos tratamentos farmacológicos e psicoterápicos representa um recurso importante para reverter o quadro de depressão (Maria Helena Varella). TRANSTORNO DE ANSIEDADE     A ansiedade é uma reação natural de todo o ser humano quando está diante de algumas situações do dia a dia, como falar em público, chegadas de datas importantes, véspera de provas ou avaliações, entrevistas para vagas de emprego, etc. Por conta disso muitas pessoas confundem essa reação natural com o transtorno de ansiedade. Acontece que, determinadas pessoas vivenciam esta reação de forma mais intensa e com mais frequência, comprometendo sua saúde mental e emocional. De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-IV), o transtorno de ansiedade é um distúrbio caracterizado pela preocupação excessiva ou expectativa apreensiva. Sintomas Alguns dos sintomas que você deve estar atento: Preocupação Excessiva: o indivíduo que sobre de ansiedade se preocupa com tudo, até com os mínimos detalhes do seu dia a dia. Isso acaba gerando um desgaste mental, físico e emocional, resultando em exaustão. Insônia: Porém, apesar de estar cansada, a pessoa apresenta dificuldade para dormir. O corpo não consegue desligar a mente, se a pessoa consegue dormir, ainda acaba tendo um sono mais agitado ou acordando por diversas vezes. Dores Musculares: Quanto maior o sentimento de preocupação, medo ou stress, maior a possibilidade de transferir tensões para os músculos, o que geram muitas dores musculares. Costas, ombros e pescoço são as regiões do corpo que mais são afetadas pela tensão muscular. Crises nervosas: nervosismos, irritabilidade, fala acelerada, coração acelerado e falta de ar são sintomas que podem ocorrer em momentos de maior pressão ou estresse. Problemas Digestivos: Muitas pessoas com transtorno de ansiedade também sofrem com problemas digestivos, como dores no estomago, ânsias de vomito, inchaços, azia e má digestão. Diagnóstico e Tratamento     O diagnóstico do transtorne de ansiedade, assim como o da depressão, é clínico, leva em conta a história de vida do paciente, uma análise criteriosa dos sintomas, podendo também ser solicitados exames complementares. A análise dos sintomas deve obter bastante atenção, por haverem distúrbios relacionados a ansiedade, como TOC, fobias ou até síndrome do pânico, que exigem tratamentos específicos.     O tratamento da ansiedade é realizado através de terapia, como a depressão, em casos mais graves o médico pode indicar o uso de medicamentos antidepressivos ou ansiolíticos. Outro fator essencial para a efetividade do tratamento é a mudança no estilo de vida prática de atividades físicas, mudanças na alimentação, boas noites de sono e momento reservados para atividades de lazer. A ADEC oferecerá uma palestra com a Psicóloga Sara Rosa, no dia 22 de Janeiro ao meio dia, no salão de festas da ADEC.
17/01/2020

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para bete@adec.com.br.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Top