Blog

Crianças do Programa Crescer Fazem Sabão Caseiro

Muitos bares, restaurantes, hotéis e residências ainda jogam o óleo utilizado na cozinha direto na rede de esgoto, desconhecendo os prejuízos dessa ação. Independente do destino, esse produto prejudica o solo, a água, o ar e a vida de muitos animais, inclusive o homem. Além do solo e da água, até mesmo a atmosfera acaba sendo poluída, porque a decomposição do óleo produz o gás metano (CH4), que é um gás do efeito estufa, ou seja, é capaz de reter o calor do sol na troposfera, o que aumenta o problema do aquecimento global.

O SESI/SENAI   ofereceu aos seus alunos do Programa Crescer  uma aula no laboratório sobre a reutilização do óleo de cozinha, onde os mesmo aprenderam como transformar o óleo de cozinha  em sabão, assim evitando o descarte incorreto desse produto e ajudando na preservação do meio ambiente. O sabão caseiro é uma ótima opção para você que precisa economizar e deseja preservar a natureza .

Confira a receita do sabão:

  • Separe 5 litros de óleo de cozinha usado (Lembre-se de coar);
  • Reserve 1kg de soda cáustica;
  • Ferva 5 litros de água;
  • Adquira um balde com material grosso e resistente;
  • Para moldar o sabão, reserve bandejas de plástico, assadeiras de metal ou diferentes recipientes forrados com papel manteiga.

No balde você deverá colocar a soda cáustica e adicionar lentamente a água fervendo. Depois, mexa até a soda cáustica dissolver por completo. Em seguida, junte o óleo e continue com movimentos contínuos na mesma direção para que o sabão caseiro não coalhe. Faça esse processo até a consistência ficar pastosa para despejar nos moldes e deixe o produto secar por 24 horas para você conseguir desinformar.

 

16 de Julho de 2019

Contato

Rua José Manoel Reis, 25, Tijucas - SC
48 3263 0864
bete@adec.com.br
De Segunda a Sexta das 08:00h às 11h45 e da 13h00 às 17:00h
Sábados, Domingos e Feriados fechado

Últimas Novidades

Passeio a Wanat - Processo de Reciclagem

Nesta quarta-feira (28/08), as crianças do Programa Crescer, das turminhas base e pré, tiveram a oportunidade de acompanhar os processos de reciclagem na empresa "Wanat", localizada em Nova Trento. Atualmente a empresa atua no ramo de coleta, transporte, triagem e destinação final de resíduos sólidos recicláveis. Tendo como missão auxiliar no destino final correto dos materiais afim de diminuir o impacto ambiental do planeta. Uma usina de reciclagem tem seu funcionamento baseado na transformação dos materiais recicláveis coletados.  O processo se inicia com a recepção dos materiais que serão reciclados (esses materiais já foram coletados anteriormente por cooperativas de catadores ou mesmo por empresas especializadas na coleta de resíduos), depois de recebidos, os materiais vão para o setor de triagem, onde serão separados de acordo com o tipo de resíduo que os compõe:  papéis; alumínio; plástico; vidro; outros. Após a triagem, o material que será reciclado é separado e depois prensado. Depois disso, finalmente o material é direcionado ou vendido para diferentes empresas que atuam em setores diversos e necessitam desse material para a fabricação de seus produtos. Vale ressaltar que é muito importantes que os materias que serão enviados para a reciclagem devem estar limpos. Produtos com excesso de sujeira, material organico ou presença de óleo, são descartados para aterros sanitários. Para que a reciclagem de empresas como Wanat, sejam ainda mais eficientes, é necessário que a população se conscientize sobre a maneira correta de separação de materiais reciclados e foi justamente isso que nossas crianças do Programa Crescer aprenderam, cuidando do nosso lixo, estamos cuidando do nosso planeta.
03/09/2019

Novo Convenio - Depilação a laser

O mercado estético está sempre procurando inovar em seus procedimentos, visando melhores resultados para seus cliente. A novidade da vez agora é a "Depilação a laser"! E como toda a novidade, vem com algumas questões:  "será que funciona mesmo?", "vale a pena?"  ou "Dói?" A depilação a laser é atualmente o método mais rápido, seguro e eficaz. Ele age promovendo a eliminação gradativa e definitiva dos pelos do corpo. O método consiste basicamente em: a energia do laser atinge a melanina, pigmento encontrado na raíz do pelo que é destruída e ao decorrer das sessões vai perdendo a capacidade de produzir novos fios, ou seja, é indolor. Como todo o procedimento estético requer cuidados antes e depois de suas sessões. Tratamentos com cremes a base de ácidos na região depilada devem ser suspensos com 30 dias de antecedência do começo do tratamento e até o fim das sessões. Se estiver com a pele bronzeada (natural ou artificialmente), também é necessário aguardar no mínimo 30 dias para realizar a primeira sessão de depilação a laser. Durante o tratamente também não podem ser realizados outros tipos de depilação (cera quente ou fria, pinça ou laminas). Após a sessões é indicado manter a pele muito bem hidratada e utilizar filtro solar. Também é muito importante respeitar o intervalo entre as sessões para não sobrecarregar a pele e causar irritações. O tempo que uma depilação a laser, varia de dois a cinco anos. O procedimento pode bloquear o crescimento de até 80% dos pelos. E aí?! Ficou com vontade de experimentar essa novidade?!  Então aproveite, porque associado ADEC tem descontos nesse conceituado espaços de depilação:                             
02/09/2019

Preencha todos os campos obrigatórios.

Seu e-mail já consta em nossa base de dados.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Top