Novidades

Portobello comemora 40 Anos

Nesta sexta-feira (15/06), a Cerâmica Portobello que é líder em inovação e design no setor de revestimentos cerâmicos no Brasil, comemorou seus 40 anos, com a inauguração da sua mais nova fábrica de porcelanato, com tecnologias de ponta e com a exposição Portobello 40 Anos. O evento ocorreu na sede da empresa, liderado pelo presidente Cesar Gomes Junior e pelo presidente de honra e fundador Cesar Bastos Gomes. O evento contou com a participação do governador Carlos Moisés da Silva, do prefeito de Tijucas Elói Mariano Rocha, do presidente da Fiesc Mario Cezar de Aguiar, acionistas, e outras autoridades. Durante o evento o presidente Cesar Gomes Junior, fez um belíssimo discurso sobre a trajetória da empresa e seu crescimento nessas quatro décadas. (fotos: Ricardo Wolffenbuttel)   Tivemos também o discurso do governador Carlos Moises da Silva, que participou do corte da fita inaugural da fábrica. (fotos: Ricardo Wolffenbuttel) (Na foto, a família Gomes e o governador Carlos Moisés descerram fita inaugural da nova fábrica da Portobello (Foto: Guto Campos / Divulgação)   SOBRE A FABRICA  É um projeto de R$ 155 milhões que recebeu investimento inicial de R$ 55 milhões. Fará porcelanato de alto padrão, que substitui mármore natural, compreende um novo forno de 236 metros, especialmente desenvolvido para a produção de lastras, mais longilíneo, com largura de 2,40m, sistema inteligente de aquecimento e resfriamento, micro rolos de porcelana e tecnologia para lastras de porcelanato de até 1,80x3,60m.  A produção de lastras pela Portobello, potencializará o uso de superfícies gigantesca arquitetura, como por exemplo, a aplicação de painéis que vão poder revestir pisos e paredes internas, ou fachadas, com mais continuidade, menor peso nas estruturas e com menos impacto ambiental. (fotos: Ricardo Wolffenbuttel)
17 de Junho de 2019
Ler Mais

Contato

Rua José Manoel Reis, 25, Tijucas - SC
(48) 3263 0864
bete@adec.com.br
De Segunda a Sexta das 08:00h às 11h45 e da 13h00 às 17:00h
Sábados, Domingos e Feriados fechado

Últimas Novidades

Copa Ne-Wasa - Depoimento do Professor de Judô

ADEC 1997... Hoje realizamos um túnel do tempo especial. Voltamos a 1997, na copa Ne-Wasa e conversamos com o Professor de Judô “Cocada”, sobre a época dos campeonatos de Judo na ADEC. Confira o depoimento dele: “Que bom esse seu contato, pois me remete aos memoráveis momentos que compartilhei com os amigos da ADEC, inicialmente com o Prof. Zago, que me oportunizou esse vínculo, e depois com a extraordinária convivência que tive com o Carlinhos... chefe, parceiro e companheiro das grandes jornadas me proporcionadas pelo ambiente Portobello. Vale lembrar, também, das demais pessoas que me auxilaram, a exemplo da Bete, braço de equilíbrio das nossas ações. Dito isso, Ne-Waza significa "luta de (ou no) chão", onde são desenvolvidas as técnicas de controle (imobilizações, estrangulamentos e chaves de articulação) que fazem parte do Judô. A Copa Ne-Waza da ADEC foi criada justamente para contemplar aqueles judocas que se empenhavam mais nesse quesito da modalidade, possibilitando a participação, também, de lutadores de Jiu-Jitsu, cuja prática é mais voltada à essa linha técnica. Enfim, surgia uma competição ímpar, inédita e de abrangência estadual... adotada imediatamente pela Federação Catarinense de Judô e incluída no seu calendário oficial. Mesmo diante do sucesso obtido, o evento limitou-se a três edições (se eu não me engano), pois em razão de estar incluído no Calendário Oficial da FCJ, caberia ser realizado em outros locais, porém ninguém se habilitou, talvez até por falta de estrutura para esse tipo de evento... até então, digamos, "sui generis" no nosso meio judoístico. Vez ou outra me deparo com alguém perguntando "cadê a Copa Ne-Waza da ADEC?"... e eu respondo: "Saudades, cara".”   Nós, da equipe ADEC, agradecemos o carinho e temos o prazer de recordar lembranças tão maravilhosas quanto essa.  
23/10/2020

Outubro Rosa 2020

Iniciamos o mês de outubro e com ele uma das campanhas mais importantes do ano, o “Outubro Rosa”. A campanha acontece durante todo o mês de outubro e é realizada no mundo todo. Seu propósito é alertar sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama, visando informar a população sobre as formas de prevenção, ressaltando também a importância de olhar com atenção para a saúde e de lutar por direitos: como o atendimento médico e o suporte emocional para mulheres com a doença. Esse ano, por conta da pandemia do corona vírus, as ações realizadas pelas empresas tiveram que ganhar metodologias diferentes, porém não devemos esquecer da importância da campanha. A estimativa para este ano é de 66.280 novos casos só no Brasil (fonte G1). Uma forma de ajudar na divulgação da campanha e que todos podem contribuir são: AS REDES SOCIAIS. Use suas contas online para ajudar nas divulgações de informações, fique atenta aos sinais e sintomas e realize o auto exame.   SINAIS E SINTOMAS Caroço (nódulo) endurecido e geralmente indolor; Alteração do bico do peito; Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço; Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com uma casca de laranja; Saída espontânea de líquido de um dos mamilos. AUTOEXAME Grande parte dos casos de cânceres de mama são descobertos com o autoexame. Saiba como realiza-lo: Em pé, em frente ao espelho, observe o bico dos seios, a superfície e o contorno das mamas. Ainda nessa posição, levante os braços na lateral e perceba se com o movimento aparecem alterações no contorno ou na superfície das mamas. Deitada com a barriga para cima eleve o braço esquerdo e posicione paralelo a cabeça. Com a mão direita, apalpe o seio esquerdo fazendo movimentos circulares suaves, apertando-o levemente com a ponta dos dedos Repita os mesmos movimentos do outro lado; Ao notar qualquer anormalidade consulte imediatamente seu médico. O autoexame NÃO SUBSTITUI A MAMOGRAFIA. A mamografia é imprescindível, sendo o principal método para o rastreamento da doença. Mulheres acima de 40 anos, devem realizar o exame de "Mamografia" anualmente. Diagnosticar o câncer precocemente aumenta significantemente as chances de cura. Em 95% dos casos identificados ainda em estágio inicial existe possibilidade de cura.
07/10/2020

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para bete@adec.com.br.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Top